Medo irracional de se apaixonar: você sabe o que é filofobia?

No imaginário romântico, as histórias poderiam ser resumidas em a paixão à primeira vista, a descoberta da pessoa idealizada e uma vida repleta de muito carinho, companheirismo e amor. Mas, você já parou para pensar ou conheceu alguém que não consegue viver um romance que parecia ter tudo para dar certo? Alguém que vive sabotando a relação? Pois saiba que algumas pessoas não conseguem, por mais que tentem, ter êxito na relação a dois. São os filofóbicos, aqueles que sofrem de um temor injustificado e irracional de se apaixonar por alguém. O medo é tão intenso que chega a causar desconforto físico como nervosismo, náusea, falta de ar, mãos trêmulas e até ataques de pânico. De acordo com psicólogos e especialistas, a filofobia, uma junção dos termos “amar” e “fobia”, pode ser desencadeada a partir de um grande trauma emocional e quem sofre deste mal passa a evitar qualquer tipo de envolvimento afetivo para não sofrer novamente.
O transtorno, em casos mais graves, pode levar à solidão e depressão. Mas, é possível superar o medo e, de certa forma, aprender a conviver com ele. O amor não deve ser um problema, mas sim um sentimento que traga alegria, prazer e contentamento. Supere os seus próprios medos e experimente a felicidade de amar e ser amado. Se não se sentir capacitado a fazer isso sozinho, procure um terapeuta. A filofobia tem cura!

Deixe uma resposta

avatar
  Se inscrever  
Notificar de