café

Café: vilão ou necessário para saúde?

Pesquisas sobre os benefícios do café costumam divergir na quantidade ideal sugerida para o consumo. Um estudo liderado por Elizabeth Mostofsky, pesquisadora do Harvard School of Public Health e do Bethid Deaconess Medical Center, revelou que beber uma ou duas xícaras de café diariamente pode ajudar a proteger contra a insuficiência cardíaca, mas o excesso pode levar a graves problemas cardíacos. Já a pesquisa do Australian Centre for Precision Health, estudando sobre a dose máxima de café, aquela que não prejudica a saúde cardiovascular do organismo, analisou padrões de alimentação e exames de saúde de 346.077 indivíduos, e concluiu que o número ideal é o de cinco xícaras diárias. Segundo o estudo, a partir do momento que alguém começa a beber seis ou mais xícaras de café por dia, o risco de doenças cardíacas pode aumentar em até 22%. Ambos os estudos demonstram que beber café na dose correta faz bem à saúde, já que a fruta contém nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo, prevenindo doenças como câncer, diabetes, degenerativas do cérebro entre tantas outras.

Para Daniela Zaminiani, barista, os benefícios da bebida vão além de aumentar a capacidade de foco, sendo também um potencializador da memória. Ele também auxilia na prevenção de doenças, envelhecimento precoce e também depressão. “O consumo do café realmente traz vantagens na manutenção da saúde e beber o café especial, aquele livre de impurezas, garante que o corpo absorverá apenas as substâncias que fazem bem”, afirma Zaminiani. Além da qualidade do café, a barista alerta para a quantidade: “Tomar café é salutar, principalmente o especial que é superior ao tradicional, porém bom senso é primordial, já que tudo que é usado em excesso acaba sendo prejudicial”, finaliza.
E você, sugar baby? Tem o hábito de tomar café?

0 0
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários