viagem viajar viajando dicas turismo como planejar palno

Dicas para não perder a viagem

Se você está em dúvida se deve ou não viajar nas férias (quem tem esse tipo de dúvida, né!?) aqui vai mais uma razão: quanto mais você viaja, mais você vive. Isso é fato comprovado cientificamente de acordo com o estudo feito pela Framingham Heart, nos Estados Unidos. Além disso, você vai dormir melhor, ter relacionamentos mais felizes e ser mais alegre, se você aproveitar bem suas férias. Planejar viagem é sempre algo animador e que requer certos cuidados, principalmente com relação a saúde.

ATENÇÃO ÀS QUEIMADURAS

As orelhas, couro cabeludo e parte superior dos pés geralmente sofrem os piores danos causados pelo Sol, porém são partes que passam despercebidas na hora dos cuidados. Quando uma queimadura considerada mais grave acontecer, em primeiro lugar, tome ibuprofeno, que ajuda a conter qualquer inflamação. Em seguida, passe em um supermercado e compre vinagre branco, dilua uma colher de chá dele em um pouco de água fria e, a cada poucas horas, cubra a queimadura com um pano banhado na solução por 10 minutos.

Caso você tenha uma queimadura de segundo grau mais grave, aquelas que provocam bolhas com sangue ou que são bem dolorosas, você pode perfurá-las com uma agulha desinfetada. Depois de tê-lá drenado completamente, mantenha-a coberta com pomada antibiótica e um band-aid, e assim que voltar de férias, vá ao seu médico

NÃO PERCA O PASSEIO DE BARCO

Fica difícil desfrutar de um passeio de barco ou de vela quando sua cabeça parece girar a ponto de parecer que vai desgrudar do corpo. Fazer uma respiração mais lenta e profunda, e focar no horizonte ajuda a melhorar. Também pode-se comer uma pastilha que tem efeito de acalmar o estômago. Antes de subir a bordo, evite fazer refeições pesadas ou picantes. Alimentos picantes, cafeína e álcool podem deixar a cabeça pior ainda quando se está a bordo de uma embarcação.

Frequentemente você sente enjoo em barcos, aviões ou carros? O Dramin é um remédio que tem efeito leve e resultado poderoso. Além de não ser perigoso para a saúde e não ser preciso nem de receita para comprar.

ATENTA AOS FUNGOS

Os fungos gostam de crescer em condições quentes e úmidas, por exemplo, o seu biquíni úmido; e podem ter uma proliferação rápida em poucas horas. Para isso, sempre tenha em sua mala de praia uma segunda troca de roupa de banho e, assim que sair da praia ou da piscina, coloque aquelas peças que você acabou de usar para lavar e secar, evitando assim a possibilidade de proliferação de fungos. Se eles já apareceram, opte por pomadas antimicóticas como o Miconazol. Na volta da viagem, procure seu médico para ter certeza de que se tratava de um fungo leve e não de algo mais sério como uma DST.

SEMPRE HIDRATADA

Viajar pode significar uma circunstância perfeita para a desidratação. O ar seco do avião mais as altitudes com baixos níveis de oxigênio, climas áridos e jet lag juntos são a fórmula “perfeita” para uma ressaca de viagem. Náuseas, boca seca e dor de cabeça são os mais tradicionais sintomas da boa e velha ressaca. O suco de pera espinhosa pode aliviar os dois primeiros sintomas, enquanto a cafeína acalma a dor de cabeça. A água de coco é um dos principais aliados na hora de acabar com a ressaca, pois restaura como ninguém toda a água do corpo que foi perdida.

Escreva uma resposta ou comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.