casal pandemia

Como ficam os relacionamentos em tempos de pandemia?

São duas realidades distintas: aquelas que, à distância, procuram preservar os relacionamentos e aquelas que, com uma convivência obrigatória de 24 horas por dia, tentam não surtar. Qual é o seu caso, sugar baby? Seja qual for, a dura realidade se impõe e o primeiro passo é aceitá-la. É vital reconhecer que o distanciamento ou a convivência imposta são circunstanciais e, de uma forma ou de outra, devemos tentar tirar proveito da situação, ou melhor, como muitos dizem, “transformar a crise em uma oportunidade” de crescimento individual e de aprofundamento das relações.
Para aquelas que estão mantendo o isolamento, mas não querem abrir mão do romance, o momento é perfeito para:

    • Escolher a melhor plataforma para o seu perfil de usuário. São muitas as opções de acordo com o que está buscando: um relacionamento sério, passageiro, uma companhia para viagens, uma pessoa madura, alguém mais jovem, com ou sem filhos. Pesquise, navegue e faça a escolha certa. Só para você ter uma ideia, o site MeuPatrocínio registrou um crescimento de 80% no número de cadastros nas últimas semanas. É muita gente nova em busca de uma relação transparente, com expectativas alinhadas e clareza de objetivos;
    • Aprimorar o seu perfil nos sites de relacionamento. Reveja tudo aquilo que foi escrito às pressas, reavalie as suas expectativas, procure usar da objetividade com relação àquilo que espera do (a) parceiro (a) e, se necessário, atualize e altere o seu perfil;
    • Dedicar mais tempo para conhecer melhor o (a) candidato (a) que conseguiu chamar a sua atenção. Faça uma avaliação detalhada do perfil antes de entrar em contato. Você tem mais tempo para selecionar e valorizar, com base nos seus critérios pessoais, em quem vale a pena investir;
    • Abusar das mensagens de texto, chamadas de vídeo e telefonemas. Você irá passar mais tempo do que o habitual na plataforma escolhida, então, dedique-se ao aprofundamento do relacionamento virtual. Sem pressa, aproveite a ótima chance de, inclusive, descartar pessoas com as quais não tem nada em comum.

Do outro lado, existem aquelas que estão sendo “obrigadas” a uma convivência intensa e diária. Estar junto o tempo todo, sem os devidos cuidados, pode prejudicar (e muito) a relação. Mas o que fazer para “aliviar” o peso da rotina estressante dentro da própria casa? Listamos algumas atitudes simples que podem ajudar a desanuviar a tensão doméstica:

    • Experimentem cozinhar juntos. Testem novas receitas e desenvolvam em dupla as habilidades culinárias. É uma atividade que pode se tornar um prazer desde que compartilhada e encarada como um momento especial e divertido;
    • Movimentem o corpo mesmo dentro de casa. Escolham algumas aulas online e dediquem um tempo para exercícios com ou sem peso, ioga, alongamento, dança. As opções são muitas e vocês podem fazer juntos;
    • Preservem os seus espaços e prazeres individuais. Apesar de estarem no mesmo ambiente, vocês não precisam estar grudados. Tomem um tempo solitário para leitura, meditação, pintura ou qualquer outra atividade que lhes dê prazer;
    • Aproveitem o período para intensificar os “autocuidados”. Aquele banho relaxante e demorado, as máscaras de beleza, os tratamentos caseiros para os cabelos e pele. Mesmo debaixo de uma ducha, vocês podem criar um clima: óleos essenciais e de massagem, uma boa trilha sonora, velas aromáticas. Cultivem o romance;
    • Estabeleçam um tempo para a “desconexão”, momentos para ignorar o celular, as mensagens, as notícias dos telejornais. É um tempo necessário para procurar manter o equilíbrio diante uma situação mundialmente difícil;
    • Planejem detalhadamente aquela viagem que vinha sendo adiada. Agora, vocês pode estudar o melhor roteiro, os lugares que desejam visitar e conhecer um pouco da história de cada local. É hora de planejamento e de sonhar. Ter sonhos dá uma perspectiva de futuro e minimiza os efeitos dos tempos de isolamento. Pensem no futuro. Em breve, ele chegará!

Deixe uma resposta

avatar
  Se inscrever  
Notificar de