lipo nas axilas

Lipo nas axilas: como funciona o procedimento?

Você já ouviu falar em cirurgia de lipoaspiração das axilas, sugar baby? Quando pensamos em uma lipo, imediatamente nossa mente vai para a área do abdômen, porém o excesso de gordura na região também é motivo da insatisfação de muitas mulheres.

Não é apenas o sobrepeso que afeta as axilas. “Este acúmulo se trata de uma ‘almofada’ de tecido adiposo localizado, devido à pré-disposição genética e ao biotipo da paciente”, comenta o Dr. Pedro Lozano, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Ironicamente, mulheres que praticam exercícios supinados, ou seja, dos músculos tríceps, peitoral maior e deltoide, estão mais propensas a lidar com o incômodo. O especialista explica que mulheres que fazem atividade física perdem gordura em todo corpo, principalmente a gordura mamária perto do dos músculos peitorais, evidenciando ainda mais esta gordura em frente aos ombros, que é muito resistente em relação a outros tipos.

Graças à tecnologia moderna, esta gordurinha é bem fácil de ser removida, e a sua aspiração é realizada com a paciente acordada, sob anestesia local. “São inseridas cânulas bem fininhas no local, e a retirada de 30ml a 40ml da gordura já é o suficiente para ótimos resultados”.

Pedro ainda ressalta que o pós-operatório não é tão extenuante como a maioria das cirurgias de lipo, mas é normal apresentar certo desconforto, principalmente na hora de levantar os braços. Mesmo assim, a paciente pode retornar as atividades normais dentro de uma semana, com exercícios leves. “Realizando o procedimento com um profissional qualificado e acompanhando de perto a recuperação do local, não há com o que se preocupar”, finaliza.

Escreva uma resposta ou comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.