antequeeuva estilosugar

Resenha do filme Antes que eu vá

Hoje(18) é o dia da estréia do filme Antes que eu vá, e para mim, essa história entrou na categoria de filmes: lição de vida. Na trama, Samantha Kingston (Zoey Deutch) é uma adolescente que tem uma vida privilegiada, com uma família incrível, três melhores amigas, e o namorado mais desejado do colégio. Tem um jeito meio arrogante de tratar os seus pais, e pessoas a sua volta, mas que no fundo os ama de verdade.
Em 12 de fevereiro, dia do cupido na escola (até então um dia comum), com alguns planos e uma grande festa, o ápice do filme acontece: Samantha sofre um acidente de carro.
A festa acontece na casa de um de seus amigos do colégio, Kent (Logan Miller), que demonstra ser apaixonado por Samantha desde a primeira aparição. Todos se divertem, entre bebidas alcoólicas, quando uma confusão acontece envolvendo Samantha e suas amigas, com Juliet Sykes (Elena Kampouris).
Na trama, Juliet é uma personagem um tanto introvertida e diferente das demais. E como na maioria dos filmes de colegial, é comum haver grupos de pessoas populares, e/ou de pessoas que sofrem bullyiing. Nesse, Juliet é a vítima.
Lindsay (Halston Sage), amiga de Samantha, como sempre muito debochada, implica com a aparição inesperada de Juliet na festa. E entre xingamentos e o ofensas, Juliet é humilhada na frente de todos e vai embora. Sem mais clima para festa, as meninas também decidem ir embora, quando Lindsay se distrai no volante causando um acidente de carro.
Após esse acontecimento, Samantha tem a “oportunidade” de reviver esse dia por diversas vezes, justamente para tentar fazer tudo diferente. Tratar as pessoas de uma forma melhor, pensar no que dizer, e dizer o que pensar, como um simples “eu te amo”.
De fato, a final do filme não é tão agradável, porém meio óbvio pela titulação, mas ele serve como uma grande reflexão, de como tratamos as pessoas a nossa volta. Pessoas que muitas delas nos amam, e que por um simples descuido, acabamos magoando-as. Samantha teve a oportunidade de reviver aquele dia por diversas vezes, e fazer tudo diferente, mas nós sabemos que na vida real, não teremos essa chance. Então viva a sua vida da melhor forma possível. Ria, chore, lute, dance, cante, e diga “eu te amo” sem medo, porque nós não sabemos o dia de amanhã.

 

0 0
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários