Vocês amam vinho? Então adoram queijo, certo?

Casal apaixonado, na maioria das vezes, adora vinhos e queijos para acompanhar. Mas sugar baby, você sabe como conservar todo tipo de delícia? A Barbosa & Marques, fabricante dos produtos REGINA, ensina como armazenar os queijos, para que seu sabor, aroma e textura estejam perfeitos!
Você sabia que a maioria dos queijos deve ser mantida sob refrigeração apenas para sua conservação? No momento do consumo, devem estar em temperatura ambiente. Os queijos mais macios e cremosos devem ser retirados da geladeira no momento do consumo. Já os mais firmes e duros, se a porção for pequena, podem ficar até dois dias sem refrigeração.
Atenção nas porções maiores. Recomenda-se retirar um pedaço, envolver em papel alumínio, mantê-lo sob-refrigeração e retirar da geladeira, no mínimo, 30 minutos antes do consumo. Enquanto fechados em suas embalagens originais e mantidos nas temperaturas (máxima e mínima), os queijos duram o tempo prescrito no rótulo. Mas quando a embalagem é aberta, uma nova data deverá ser considerada, conforme texto legal impresso na embalagem do produto. Seja fresco, fatiado ou defumado, é preciso atenção máxima na refrigeração e consumo dessas iguarias.
Queijos frescos, como o Minas Frescal, devem ter a embalagem original e o soro descartados e, em seguida, deve ser colocado em uma queijeira e mantido sob refrigeração. A cada momento que for servido, deverá ser desprezado o soro e, assim que terminar de ser servido, deve voltar imediatamente para a geladeira, pois, por ser um queijo fresco, quanto mais tempo ficar armazenado em geladeira, mais garantido será o seu frescor e sabor. O segredo de conservação do queijo Minas Frescal é tirá-lo do refrigerador o menor tempo possível!

Renata Rode

Deixe uma resposta

avatar
  Se inscrever  
Notificar de