Stay Mindful While Working

Como encarar o período de quarentena sem “pirar”

Para o bem de todos e não só de nós mesmos fique, em casa, sugar baby! Se puder, deixe a rua para os heróis da vida real que estão garantindo os serviços essenciais.
“Lembre-se que a saúde física depende não só do que você come, mas também daquilo que pensa e sente”, afirma Bia Nóbrega, psicóloga.
Ela sugere acolher sentimentos negativos esperados como medo, tristeza, tédio, irritação etc. Agradeça, pois eles estão aí para nos alertar que vivemos algo nunca antes experimentado e que estarmos firmes e fortes é fundamental para passarmos bem, e juntos, por esta fase.
Alimente-se de bons pensamentos, veja e ouça o que pode te faz bem. Você que reclamava da sua rotina deve estar desejosa de tê-la de volta. Sabe por quê? Porque rotina nos dá a sensação de controle sobre o futuro e hoje estamos fora dela.
Então, comece já uma nova dinâmica: tenha hora para acordar, se arrumar para trabalhar ou estudar – nada de ficar de pijama -, a cada duas horas pare para comer algo saudável, faça atividade física leve, organize um happy hour virtual e tenha hora para dormir, já que é importante para seu cérebro entender que a vida está fluindo.
Por fim, aproveite as horas economizadas em não ter que se deslocar para trabalhar ou estudar para ler o livro parado, tocar o instrumento guardado, estudar a língua estrangeira que tanto desejava, ver a série ou filme que alguém indicou e coloque ordem na sua casa e nas suas coisas. E uma dica de ouro: enquanto arruma as suas coisas, aproveite para colocar suas ideias também no lugar. Garantimos: é milagroso, teste e verá, sugar baby!

Deixe uma resposta

avatar
  Se inscrever  
Notificar de