creme depilatorio

Creme depilatório: vilão ou aliado?

Conquistar uma pele bem lisinha, de forma rápida, prática e indolor é o desejo de muitas mulheres e, por isso, algumas acabam recorrendo aos cremes depilatórios. Esses produtos são compostos por uma substância química, sendo essa a responsável por quebrar a estrutura do fio até que ele seja destruído. “Os componentes agem na haste do pelo, eliminando-o e deixando a superfície da pele lisa”, explica Regina Jordão, especialista em depilação.
Apesar da conveniência, Regina alerta que o cosmético conta com tioglicolato em sua composição, um componente presente também em produtos de alisamento de cabelo. “Por ser um produto elaborado a partir de componentes químicos, existe o risco de ele causar algum tipo de reação na pele”, avisa.

Por precaução, a dica é fazer um teste de sensibilidade em uma região pequena da sua coxa ou antebraço, antes de aplicar o produto, assim é possível evitar uma irritabilidade em regiões maiores e mais aparentes do corpo ou do rosto. Depois, basta aguardar 24 horas para ver como o produto reagirá na pele e, se não houver reação alérgica, pode ser usado, não como método de rotina, mas naqueles momentos em que a mulher quer a pele lisinha, mas não está com tempo para utilizar um método menos agressivo.

O produto é, inclusive, uma boa alternativa à lâmina de barbear que costuma causar ainda mais danos na pele da maioria das mulheres. “O creme e a lâmina são as opções mais práticas para se livrar dos pelos rapidamente. E a escolha entre um ou outro é bastante pessoal, porém, em linhas gerais, pode-se dizer é que o creme depilatório é uma opção menos agressiva para a pele porque esse tipo de produto costuma contar também com ingredientes calmantes e hidratantes em sua composição”, pondera a especialista.

Apesar da praticidade, a Regina explica que o creme fará apenas a eliminação superficial do pelo, ou seja, a retirada da sua parte visível, voltando a aparecer rapidamente, entre de 3 a 5 dias após o uso, e não tem restrições. “Não é recomendado para gestantes, não deve ser aplicado em regiões que estejam passando por tratamento com ácidos, que estejam com ferimentos e também não é indicado para sobrancelhas ou região íntima”, finaliza.

Escreva uma resposta ou comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.