drauzio insonia sono mulher 60092493 photographee.eu 1000x563 1

Insônia? Experimente terapias naturais

Muita gente vem travando uma luta contra a insônia nos últimos tempos. Você sabe, sugar baby, isso pode atrapalhar muito o rendimento, além de comprometer a imunidade. As medicinas tradicionais como a Chinesa e a Ayurveda explicam que manter um sono de qualidade é pressuposto para manter a saúde integral. Excessos de atividades, especialmente aquelas mais agitadas, excesso de pensamentos, mente ansiosa e agitada, excesso de barulho e luminosidade podem ser possíveis causas do comprometimento do sono.
Daniel Alan Costa, naturopata, explica que existem várias terapias integrativas que ajudam a promover um sono reparador. Vamos conferir!
Cromoterapia: a cor azul atua como um grande calmante, podendo ser utilizada em casos agudos como dor, inflamações e alergias inclusive as de pele. Atua nos casos de stress, estafa, convalescença, pressão alta, obesidade, taquicardia, palpitação, nervosismo, insônia, ira, irritabilidade, temperamento agressivo, ciúme, medo, insegurança, ansiedade e agitação. “Importante ressaltar a necessidade de um ambiente completamente escuro, o breu total seria o ideal, uma vez que o principal hormônio do sono, a melatonina, precisa deste ambiente escuro para ser produzida em quantidades suficientes para garantir um sono de boa qualidade. Outras cores podem ser indicadas dependendo da causa da insônia e nesse caso o ideal é procurar um especialista”, alerta Costa.
Aromaterapia: na aromaterapia, temos várias essências que ajudam no tratamento. Entre elas a unanimidade é a lavanda, com ação calmante e com uso comprovado para dor de cabeça, agitação, TPM, cólicas menstruais, ansiedade e depressão que também são causas da insônia. Para combater a irritação ou ambientes estressantes, os óleos de mandarina, bergamota e laranja doce têm indicações comprovadas em pesquisas científicas. Outros óleos com forte ação calmante que auxiliam no tratamento da insônia: Camomila romana, valeriana, manjerona, ylang-ylang e manjericão. “É importante lembrar que os óleos essenciais não podem ser usados diretamente na pele. Neste caso, a sugestão é o de inalar o aroma profundamente diretamente do vidro ou utilizar os colares aromatizadores individuais. Também podem ser usados em difusores para a casa estendendo o efeito para todos os integrantes da família, incluindo animais”, alerta o especialista.
Fitoterapia: com propriedades calmantes, para ajudar a diminuir a ansiedade e a dormir bem, alguns chás são recomendados: Erva-cidreira, Erva-doce, Macela, Passiflora, Camomila, Mulungu e Valeriana.
Cristaloterapia: a terapia com os cristais consiste em equilibrar os corpos energéticos sutis e, em consequência disto, o corpo físico também entra em equilíbrio, pois um influencia o outro. “Existem diversas formas de se trabalhar terapeuticamente com os cristais. A mais comum é através da disposição de cristais sobre o corpo, que pode ser sobre a área a ser tratada ou sobre chakras, importantes centros de energia que regulam em níveis mais sutis a nossa saúde. Podemos ainda ter o uso de elixir de cristais, que é a preparação de água potencializada com a energia dos cristais”, explica o naturopata.
Florais de Bach: promovem alívio através de fórmulas naturais. Trazem melhoras em tratamentos no âmbito emocional, ajudando quem passa por problemas como a ansiedade. “Consultar um terapeuta é importante para ter uma fórmula personalizada que atenda da melhor forma a situação atual do paciente, mas no geral alguns florais podem ter uma boa atuação”, afirma Costa. A combinação de florais chamada Rescue tem a função de agir rápido para alívio emocional e pode ser usado em situações nas quais a pessoa precisa reestabelecer o equilíbrio emergencialmente. O Impatiens é indicado para aqueles que tendem a querer que tudo se resolva na hora, imediatismo que traz ainda mais ansiedade no dia a dia. O Red Chestnut ajuda a diminuir a preocupação em excesso, aquela que é exacerbada e sem motivos reais. Já o Mimulus pode ser usado para complementar e colaborar para diminuir o medo de tudo.
Meditação: promove a melhoria do autocontrole, como uma forma de equilíbrio da mente. Manter o foco no momento presente faz com que a pessoa de fato vivencie e experimente de forma profunda os eventos do dia a dia e isto faz total diferença. “O desequilíbrio nesta área pode gerar dois tipos de problemas: viver projetando ações, o que gera quadros intensos de ansiedade e leva ao sofrimento, ou mergulhar no passado, o que gera angústias, tristeza, culpa, dor”, alerta o naturopata. Segundo o especialista, muitos estudos científicos já comprovaram os diversos benefícios da prática. “É possível alcançar o equilíbrio emocional, reduzir a ansiedade generalizada, aumentar a imunidade, melhorar o sono, as dores crônicas, diminuir a frequência cardíaca e controlar a pressão arterial. É importante lembrar que meditar é como correr. Ninguém começa fazendo 30 minutos e da melhor maneira. É preciso praticar aos poucos”.

0 0
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários