Os efeitos colaterais da Low Carb

Existe uma ocorrência bem comum e que é percebida no início de qualquer dieta low carb. São sintomas desagradáveis que estão associados à baixa ingestão de carboidratos. A boa noticia é que eles podem ser contornados com medidas simples!
É comum a pergunta: por que sintomas de uma gripe podem me afetar, já que estou adquirindo um estilo de vida saudável e bom? A resposta é simples. Você está numa fase de transição de uma dieta de anos, onde a ingestão de carboidrato era bem rica, e agora está diminuindo muito a ingestão destes carboidratos. O corpo percebe que nesta nova fase, os alimentos que ele terá que digerir são diferentes, então surgem os sintomas como os de uma gripe. Não há nada de mal nisso, ao contrário. Se você passou anos ingerindo a glicose como principal fonte de energia, é normal que o seu corpo tenha que aprender a digerir gordura e usá-la como nova fonte de energia, isso leva um tempinho.
No mais, essa restrição (da glicose), leva a uma diminuição natural dos níveis de insulina no sangue, explica a Dra. Bruna Marisa, médica, endocrinologista, especialista em emagrecimento e medicina esportiva, que garante que em no máximo três semanas, o corpo já estará livre de todos estes sintomas desagradáveis! Para diminuir os efeitos da fase de transição:

  • Beba muita água: quando os níveis de insulina diminuem, ocorre naturalmente uma excreção de líquido e com eles são eliminados também minerais essenciais como o magnésio, o potássio e o sódio. Também é por isso que se perde muito peso no início da dieta low carb. Você precisa de água e eletrólitos para desempenhar algumas funções cruciais do seu dia a dia e para se sentir bem;
  • Reponha os sais minerais: o sódio é encontrado facilmente no sal de cozinha, então, basta aumentar um pouquinho a quantidade em suas refeições. A falta de magnésio causa enormes desconfortos como as cãibras musculares, a insônia, a sensação de fraqueza, a perda de apetite, pedras nos rins, osteoporose, nervosismo, inquietação, irritabilidade, compulsão por açúcar, fadiga e pressão alta. Inclua diariamente em suas refeições alguns alimentos onde o magnésio é facilmente encontrado, como no chocolate puro amargo, no abacate, nas oleaginosas, nos peixes gordurosos como sardinha, atum e salmão e nas folhas verdes escuras. O potássio também causa deficiência nos primeiros dias da low carb. Consuma bananas, folhas verdes escuras, shitakes, abacates e peixes gordurosos. Tanto o potássio quanto o magnésio podem ser encontrados sob a forma de suplementos alimentares;
  • Gorduras boas: dê preferência a gorduras provenientes dos próprios alimentos, tais como o abacate, o azeite de oliva, a gema do ovo, o bacon, a manteiga, queijos gordurosos e com pouco carboidrato, o óleo de coco, pele de frango, torresmo, peixes gordurosos, gordura da carne vermelha;
  • Diminuir aos poucos os carboidratos: faça uma redução gradual de carboidratos, dando tempo para seu corpo se acostumar a este novo estilo de vida e assim, atenuar e até mesmo evitar os indesejados sintomas da gripe low carb.

Dra. Bruna salienta que estes desconfortos duram apenas alguns dias e os benefícios que você vai adquirir serão colhidos pelo resto da sua vida!

0 0
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários