avião

Cuidado com a saúde durante vôos longos

Engana-se quem acha que a trombose pode acontecer somente em pessoas mais velhas. No período das férias e das viagens com a família, todo cuidado é pouco, inclusive para quem vai viajar por muito tempo em aviões.

“O grande problema é a imobilidade prolongada, que ocorre em diversos meios de transporte, assim como em viagens aéreas, e pode trazer grande risco para a saúde”, explica Airton Moreira, cirurgião vascular. “Quando se fica muito tempo em repouso, a circulação pode se tornar mais lenta e levar o sangue a formar coágulos principalmente nas veias das pernas, conhecida como trombose venosa profunda. Na maior parte das vezes, o trombo se forma na panturrilha, mas pode também instalar-se nas coxas e até nos membros superiores. O sintoma mais comum é inchaço de panturrilha, acompanhado ou não de dor e calor local”.

O risco aumenta quando os trombos, iniciados nas veias das pernas podem se fragmentar e produzir êmbolos, que podem migrar, por meio do fluxo de sangue, para o pulmão e provocar o bloqueio da circulação com infarto (obstrução) dos tecidos. Isto é conhecido como embolia pulmonar e que exige diagnóstico e tratamento rápidos.

Para evitar esse problema, o médico alerta sobre cuidados ao viajar:

  • Levante e caminhe no corredor do avião a cada duas horas;
  • Exercite a perna, principalmente panturrilha (batata da perna);
  • Dê preferência a cadeiras no corredor, onde é mais fácil se movimentar
  • Evite tomar medicamentos para dormir, uma vez que podem impedir que você se levante e ande durante a viagem.

Renata Rode

0 0
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários