Cuidado redobrado com a higiene íntima no verão!

Verão é sinônimo de dias quentes, praia e piscina, certo, sugar baby?  Apesar de todos os encantos da estação, essa combinação pode desencadear candidíase – infecção na região vaginal que aumenta durante esse período. “O fungo que causa a candidíase está presente no corpo humano desde o nascimento. No entanto, quando há queda de imunidade ou aumento da agressão externa, por exemplo, com o uso excessivo de roupas de banho molhadas por muito tempo ou calça que aperte a região genital (que pode causar algum trauma ou a manutenção da temperatura elevada), pode ocorrer a proliferação dos fungos, desencadeando coceira na região íntima, corrimento de cor esbranquiçada e ardor ao urinar”, explica Renato de Oliveira, ginecologista e infertileuta da clínica Criogênesis, de São Paulo.
Para aproveitar os dias de calor com a saúde em dia, o especialista responde as principais dúvidas das mulheres:
Quais são os sintomas da Candidíase? O quadro clínico clássico da candidíase é coceira na vagina, sensação de ardor e presença de corrimento esbranquiçado sem cheiro. Na presença destes sinais ou sintomas, é necessário procurar avaliação médica.
Passar muitas horas com biquíni molhado pode desencadear o problema? Sim! Umidade e matéria orgânica é a combinação ideal para o crescimento de fungos. Quanto mais tempo a região estiver úmida, maiores as chances de desenvolver a candidíase. Portanto, para quem for passar longos períodos entre praia e piscina sugere-se, sempre que possível, trocar a roupa de banho.
Sentar direto na areia pode aumentar as chances de candidíase? Pode, com ressalvas. Deve-se destacar que o tempo de exposição a substâncias que podem irritar a vulva e a vagina poderiam desequilibrar a flora vaginal. Para as mulheres mais sensíveis à areia, melhorar evitar este contato direto.
Quais cuidados devem ser intensificados durante o verão? No banho, lave adequadamente a região, com movimentos delicados e sabonetes próprios visando o equilíbrio da flora natural. Não use protetores diários, pois abafam a região e podem provocar corrimentos, coceira e infecções. No dia-a-dia, evite ficar muitas horas com biquíni molhado e não use roupas muito justas e de tecidos grossos. Quanto às calcinhas, priorize as de algodão e coloque-as para secar sempre em um ambiente fresco e seco. Dormir sem calcinha é uma boa medida para permitir a ventilação vaginal. Jamais realize duchas vaginais para a limpeza.
Qual o tratamento caso a Candidíase seja diagnosticada? O tratamento é bem simples e consiste na indicação um antifúngico e pomadas anti-inflamatórias que amenizam a coceira e a vermelhidão.

0 0
Article Rating
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários